Régis Alain Barbier

REGIS ALAIN BARBIER 053_1

Diretor Presidente
Régis Alain Barbier

Régis Alain Barbier pode surpreender àquelas pessoas que introjetaram a imagem de “gurus” como senhores barbados, de túnicas claras e voz mansa. Ou àqueles que vislumbram um xamã detentor de conhecimentos esotéricos e poderes sobrenaturais. Acontece que a preocupação com clichês consolidados pela grande imprensa inexiste entre os interesses que norteiam as ações do filósofo, médico clínico, endocrinologista, acupunturista, palestrante, escritor, ex-professor, fundador e presidente da Sociedade Panteísta Ayahuasca (SPA)  e do Instituto Universo Panteísta (IUP). Não há enquadramentos descritivos ou farta pluralidade de opiniões que substituam condignamente a companhia de Régis Barbier.

Senhor de uma eloquência exemplar e retórica vibrante, Régis Alain Barbier personifica a boa oratória que os gregos antigos tanto valorizavam e que, hoje em dia, é raro de se ver, mesmo nos circuitos acadêmicos.  Nascido em Besançon, na França, em 1952, Régis exala jovialidade, lucidez, ludicidade, generosidade e reverência à Mãe-Natureza. Como ele mesmo brinca: “O Divino não tem gênero. Mas, caso tivesse, seria Feminino!”

Chegou aos 20 anos de idade no Recife, Pernambuco, Nordeste do Brasil, de onde não saiu mais, encantado. Entre suas conquistas profissionais,  podemos destacar o Título de Especialista em Acupuntura pelo Colégio Brasileiro de Acupuntura, o Títuo de Especialista em Endocrinologia e Metabologia pela Sociedade de Endocrinologia e Metabologia Brasileira e AMB; o exercício do cargo de professor assistente na Universidade Federal de Pernambuco (Cinesiologia e Cinesioterapia);  graduação em Filosofia pela Faculdade de Filosofia São Miguel Arcanjo (Anápolis – GO); certificado de conclusão do curso em Filosofia Antiga promovido pelo The Stoic Foundation, em Londres, na Grã-Bretanha; especialização e pós-graduação em Filosofia Clínica pelo Instituto Packter de Porto Alegre. Seus interesses filosóficos especiais orbitam pelo estoicismo, epicurismo, espinosismo; pela filosofia pré-socrática, fenomenologia, metafísica, existencialismo e macroeconomia (Escola Austríaca de Economia). Já escreveu vários artigos na área médica e no campo filosófico, além de ter publicado quatro livros: ‘De Habilis a Sapiens – A Anamnese de Uma crise’ (1998), ‘Panteísmo – A Religiosidade do Presente’ (2009), ‘Antropologia – Ciência e Arte Existencial’ (2010) e o mais recente ‘Essência e Perspectiva Metafísica em Psicoterapia – Psicodinâmica e abordagem cosmo-existencial, uma nova matriz’ (2011).

O recém-nascido Instituto Universo Panteísta  não se dirige a uma classe particular de indivíduos. O IUP é dedicado aos que reconhecem a natureza como ela é, enraizada na unicidade cósmica; aos que compreendem que opinar sobre a existência, o mundo e a vida é, antes de tudo, opinar sobre si mesmo.

O IUP encoraja o cultivo de uma autoestima central, uma confiança basilar nas próprias visões, valores e intuições;  uma vivência integrada com o momento presente, com o aqui e agora,  orientada pelas virtudes e princípios panteístas. O que Régis Alain Barbier deseja, junto à comissão diretora do Instituto e todos os membros da SPA, é plantar uma atualidade e porvir cosmo-sinérgico, heliotrópico e eco-humanista, onde todos possam contribuir para a resolução da inegável crise existencial em que a  “civilização” humana se encontra.

Igor Souto Maior

O  1º Colóquio Internacional: Panteísmo, princípios filosóficos, previsto para ocorrer nos dias 14, 15, 16 e 17 de Novembro de 2013, em Recife.

Você vem?

Nos vídeos, caros leitores, um convite pessoal do próprio Régis Alain Barbier,  presidente do Instituto.

Régis Alain Barbier publicou as obras:

  1. DE HABILIS A SAPIENS – a anamnese de uma crise – 1998 – 226 pag.;
  2. PANTEÍSMO A RELIGIOSIDADE DO PRESENTE – 2009 – 245 pag.;
  3. ANTROPOLOGIA – CIÊNCIA E ARTE EXISTENCIAL – 2010 – 142 pag.;
  4. ESSÊNCIA E PERSPECTIVA METAFÍSICA EM PSICOTERAPIA – Psicodinâmica e abordagem cosmo-existencial, uma nova matriz – 2011 – 436 pag.

 

Régis Alain Barbier

Régis Alain Barbier may surprise people who have absorbed the idea of a “guru” as a bearded gentlemen in a light tunic and with a gentle voice. Or those who imagine a shaman, the holder of esoteric knowledge and supernatural powers. However, a concern with clichés – such as is ingrained in the mass media – does not exist among the interests that guide the actions of this philosopher, physician, endocrinologist, acupuncturist, lecturer, writer, former professor, founder and president of the Ayahuasca Pantheist  Society (Sociedade Panteísta Ayahuasca- SPA) and of the Pantheist Universe Institute (Instituto Universo Panteísta- IUP).

There are no descriptive frameworks or diverse opinions that can truly replace being in the company of Régis Barbier. A gentleman of exemplary eloquence and vibrant rhetoric, Régis Alain Barbier personifies the good oratory which the ancient Greeks valued and which today it is rare to see, even on the academic circuit.

Born in Besançon, France, in 1952, Regis exudes youthfulness, clarity, playfulness, generosity and reverence for Mother Nature. As he himself jokes: “The Divine has no gender. But if it had, it would be Feminine!“ He arrived in Recife, northeastern Brazil, at the age of 20 and, enchanted by the place, never left. Among his professional accomplishments, we can highlight the title of Specialist in Acupuncture from the Brazilian College of Acupuncture, the title of Specialist in Endocrinology and Metabolism from the Society for Endocrinology and Brazilian Metabology, AMB; his position as assistant professor at the Federal University of Pernambuco (Kinesiology and Kinesiotherapy); his degree in philosophy from the Philosophy College of St. Michael the Archangel  (Anapolis – GO); his certificate of conclusion of a course in Ancient Philosophy sponsored by The Stoic Foundation, in London, Britain; his specialization and postgraduation in Clinical Philosophy from the Institute Packter in Porto Alegre.

His particular philosophical interests revolve around Stoicism, Epicureanism, Spinozism, pre-Socratic philosophy, phenomenology, metaphysics, existentialism and macroeconomics (Austrian School of Economics).

He has written several articles in the medical and philosophical field, and has published four books:

  • From Habilis to Sapiens – The Anamnesis of a crisis (1998),
  • Pantheism – The Religiosity of the Present (2009),
  • Anthropology – existential Science and Art (2010)
  • Essence and Metaphysical Perspective in Psychotherapy – Psychodynamic and Cosmo-existential approach, a new matrix ‘(2011).

 The newly-founded Pantheist Universe Institute (iUP) is not aimed at a particular class of individuals. The iUP is dedicated anyone who recognizes nature as it is, rooted in cosmic oneness; to those who know that to opine about existence, the world and life is, first of all, to opine about ourselves.

The IPU encourages the cultivation of a central self-esteem, a fundamental confidence in our own points-of-view, values and intuitions; and the integrating of experience in the present moment, the here and now, guided by the virtues of Pantheist principles.

Régis Alain Barbier, along with the director of the Institute’s committee and all its members, wishes to contribute to the resolution of the undeniable existential crisis in which human ‘civilization’ is bogged down, helping to build a cosmo-synergistic, heliotropic and eco-humanistic society.

Igor Souto Maior

Deixe uma resposta